sábado, 7 de março de 2015

Preciso de respirar... Respirar paz e sossego. Sinto em cada respiração novos espinhos a atormentarem o meu ser. Como é que tudo outrora que nos era tão lógico e verdadeiro após um simples ato ou gesto se destrói? A vida não devia ser feita de mentiras e mágoas mas sim de verdades e esperança.  
Eu sinto falta, falta, falta, somente falta... Eu só quero novamente respirar, respirar verdadeiramente e sem dor... 

Sem comentários: