domingo, 31 de março de 2013


Hoje apetece-me escrever como há muito não tinha vontade... Esta discrepância de não conseguir encontrar um beco só meu, onde possa fazer tudo e dizer tudo sem que alguém me julgue ou censure a indignação que paira no meu ser, destrói-me aos poucos... Tolices atrás tolices, ignorância atrás de ignorância, sempre fingindo que não compreendo nada acerca do que os "outros" falam mas sempre atenta aos mais pequenos e insignificantes pormenores que ninguém julga serem prestativos... às vezes custa-me ter que fingir que nada me afecta e esta calma "obrigatória" em mim esgota-se com a falta de bom senso das pessoas à minha volta! Apetece-me gritar para um vazio infinito, tal como a minha angústia tende a ser... 

2 comentários:

Rita Cardoso disse...

gostei muito, sinto-me assim várias vezes...
queria só pedir que pusesses a letra só um bocadinho maior, torna-se difícil ler.
beijinhos

Rita Cardoso disse...

ainda bem que gostaste! agora, com o fundo branco, está perfeito!
beijinhos