domingo, 20 de janeiro de 2013

 Ás vezes sinto-me tão inútil, tão idiota, tão fraca... Lidar todos os dias com o desejo de fugir mas não poder, torna-me louca, talvez obsessiva... Quero livrar-me deste mundo, adormecer profundamente e acordar do meio do nada e sentir-me livre dos preconceitos, medos e cobardias dos humanos. O porquê tornou-se no meu maior aliado e no meu maior inimigo....
Quero voar para bem longe e sentir que posso mudar alguma coisa neste mundo completamente assassino dos sonhos, em que todos tentam devorar-se uns aos outros. A vida torna-se tão sem sentido e sem aproveito quando ninguém compreende o teu modo de pensar e julga-te como louca, estranha ou simplesmente psicopata. Não quero mais isto para mim, quero fugir, fugir sozinha e abrir a minha mão e a minha mente para me sentir útil nesta vida miserável ao qual eu nunca devia ter chegado a existir como refém dos ideais da sociedade. Não consigo confiar em mais ninguém para partilhar os meus objectivos, já fui demasiado julgada e designada como mais uma sonhadora inútil que irá morrer sem dignidade de uma vida como todos anseiam ter. Quem é a sociedade para me julgar? Quem são as pessoas para me dizerem que nunca irei conseguir mudar o mundo? Eu não quero mudar o mundo dos hipócritas nem dos egoístas, só quero dar um pouco de luz e de vida a quem nunca viu o poder da felicidade e da esperança. Essas sim merecem dar significado à minha vida!

Sem comentários: