segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012


Posso nem ser tão bonita como todas as outras raparigas nem ter um corpo 'perfeito' como elas, até posso ser fria, resmungona , ter um feitio complicado, parva, estúpida, infantil, distraída, frontal e muitas vezes insuportável, mas esses defeitos todos fazem de mim uma pessoa única, diferente de todas as outras e sabes porquê?
Porque não tenho receio de mostrar quem realmente sou e não finjo ser quem não sou. Talvez todas as outras raparigas sejam muito mais atraentes e andem muito mais bem vestidas mas também não necessito disso para ser amada. 
Orgulho-me daquilo em que me tornei e no que sou: corajosa e forte por conseguir enfrentar esta sociedade que só sabe julgar as pessoas que têm a capacidade de serem quem realmente são.

8 comentários:

martasousa disse...

obrigada, tb irei seguir*

martasousa disse...

Fico muito feliz por saber isso, mesmo.

martasousa disse...

acredita que é muito bom ouvir isso, principalmente quando estamos inseguros em relação à nossa escrita.

martasousa disse...

é tão bom ouvir isso, acredita.

martasousa disse...

:)

dianadíaz ! disse...

a culpa é tua, escreves mesmo bem!
e fico muito contente por te identificares com aquela frase, muito obrigada :)

dianadíaz ! disse...

acho que toda a gente acha isso, até começar a receber elogios e começar a ver que tem potencial :D

dianadíaz ! disse...

é, eu também acho que sim. de nada :D