sábado, 26 de novembro de 2011

Ás vezes pergunto-me como é que pode haver tanta gente ignorante ao ponto de tornarem-se ridículas.

Sem comentários: