domingo, 9 de outubro de 2011



Pior que não querer sentir o que sinto é fingir que o sentimento ainda não permanece dentro de mim. Luto contra a vontade de exprimi-lo por saber que estou condenada a levar isto cá dentro ao abandono total para não voltar a reviver o sofrimento de novo. E assim sou enxotada de um lado para o outro como mera vagabunda sem alma. E nego e deixo-me levar pelo abismo da mentira só para não me acharem uma tola por sentir ainda aquilo que já deveria estar despejado num beco onde ninguém pudesse voltar a tocá-lo.
E vivo assim reprimida pelos meus próprios sentimentos…